NOSSO TRABALHO
         ORIENTANDO

Através da pesquisa "BER_HOME" (Built Environment Resilience in Social Housing", ou "Resiliência no Ambiente Construído em Habitação Social"), é realizado o estudo da resiliência do ambiente construído em habitações sociais, que frequentemente têm que superar dificuldades socioeconômicas, ambientais e físicas impostas ao longo do tempo. São ameaças potenciais que aparecem tanto como interrupções (em horizontes de tempo curtos) quanto como ameaças difusas e lentas (por períodos mais longos). Essas crises afetam a capacidade de resiliência do ambiente construído porque estão ligadas à vida cotidiana, que é a escala de foco para qualquer projetista.

 

O objetivo principal é avaliar os fatores que constituem a resiliência no ambiente construído em habitação social com foco na unidade habitacional, identificando os principais atributos projetuais que lhe conferem resiliência.

Orientando.png

INSTITUTOS

unnamed.png

PRINCIPAIS

    CONCEITOS

Se uma medição de resiliência é necessária, é preciso criar um arcabouço teórico feito de fatores que possam ser medidos, para assim escolher as variáveis ​consideradas as mais importantes. Para essa pesquisa, é importante compreender os conceitos adotados no que diz respeito a ATRIBUTOS, INDICADORES e RECOMENDAÇÕES, que constituem termos importantes utilizados no método avaliativo para o que pode tornar um sistema resiliente.

INDICADOR

É o conjunto de causas variadas, que ocasionam ameaças pontuais e/ou crônicas e efeitos em você, sua família e sua moradia. Impactos podem gerar vulnerabilidades e capacidades adaptativas.

São os fatores identificados como importantes para permitir que o ambiente construído se recupere dos impactos sofridos.

ORIENTAÇÃO AO USUÁRIO

São recomendações aos  moradores, como forma de conscientizá-los sobre suas habilidades e capacidades, do que pode ser alcançado individualmente e em comunidade.

IMPACTO

ATRIBUTO

São os objetivos, ou seja, qualidades que o ambiente construído deve buscar a fim de alcançar a resiliência.

MATRIZ
     AVALIATIVA

Com base nos conceitos anteriormente citados, na pesquisa teórica realizada sobre os sistemas de avaliação da resiliência já disponibilizados internacionalmente, nas experiências de avaliação prévia, além da observação de práticas de ambientes construídos mais resilientes, foi elaborada uma matriz avaliativa para a pesquisa, com o objetivo de orientar a avaliação da resiliência no ambiente construído e, baseando-se na identificação dos principais impactos, vulnerabilidades e na capacidade adaptativa, definindo-se os principais atributos, ou seja, as qualidades desejáveis ​​para a resiliência no ambiente construído, sendo estes: CONFORTO AMBIENTAL, ADEQUAÇÃO AMBIENTAL, FLEXIBILIDADE, ACESSIBILIDADE, BEM-ESTAR E ENGAJAMENTO [1].

[1] Os referidos atributos foram desenvolvidos durante a realização de pesquisa de pós-doutoramento na University of Cambridge, The Martin Centre for Architectural and Urban Studies - Behaviour and Building Performance, através da colaboração com o professor Koen Steemers.

Flexibilidade.png
FLEXIBILIDADE
Engajamento.png
ENGAJAMENTO
Clima.png
CONFORTO AMBIENTAL
Bem estar.png
BEM ESTAR
Logo.png
Acessibilidade.png
ACESSIBILIDADE
Sustentabilidade.png
ADQUAÇÃO AMBIENTAL
Resistência.png
RESISTÊNCIA
 
 

SOBRE A

    BER_HOME

Equipe


Docentes

Profª Drª Simone Barbosa Villa
(Coordenadora / PPGAU-FAUeD-UFU)

Prof. Dr. André Luis de Araujo

(PPGAU-FAUeD-UFU)
Prof. Drª. Maria Adriana Vidigal de Lima

(FACOM-UFU)
Prof. Drª Beatriz Ribeiro Soares

(IG-UFU)

Técnicos Administrativos
Aline Ribeiro Souza

(FAUeD – Técnico administrativo, Laboratório de Conforto Ambiental e Conservação de Energia) 

Discentes

Karen Carrer Ruman de Bortoli (Doutoranda PPGEO-IG/UFU)
Paula Barcelos Vasconcellos (Mestranda PPGAU/FAUeD/UFU)
Fernanda Vilela Martins Parreira (Mestranda PPGAU/FAUeD/UFU)
Geovanna Moreira de Araújo (Mestranda PPGAU/FAUeD/UFU)
Thiago Henrique Castro Braga (Mestrando PPGAU/FAUeD/UFU)
Rodrigo Araújo Moraes (Mestrando PPGAU/FAUeD/UFU)
Nathália Fleury Guedes de Oliveira  (Graduanda FAUeD/UFU)

Financiamentos

BOLSA PRODUTIVIDADE EM PESQUISA – CNPq; CNPq – PIBIC/PIBIC; CAPES; FAPEMIG – PIBIC, UFU.